sábado, 25 de agosto de 2007

Zeca Guimarães > A dor de Tancredo

Inicialmente quero dizer que é muito boa idéia esse tema "A História bem na foto".
Minha contribuição é de 1984, no Hotel Glória, Rio de Janeiro, a serviço da revista "Isto É".
O seu personagem principal, Tancredo Neves, teve uma vida política longa e intensa, encerrada com sua chegada ao Planalto já morto, o marco do fim da ditadura militar de 20 anos.
Ele está no almoço oferecido pela entidade dos empresários cariocas (hoje FIRJAN) em apoio à sua candidatura à Presidência no colégio eleitoral.
Eu gosto da foto em si porque, além do movimento do garçon, Tancredo está com a cabeça no ombro de Rui Barreto e com uma expressão estranha.
Embora não publicada, ela é para mim histórica porque naquele rosto está a dor da doença escondida para não interromper sua ascenção à Presidência em momento tão importante para o país.



Zeca Guimarães > Minha atividade como fotógrafo começou em 1972 e no jornalismo em 1976, no Jornal do Brasil.
Depois fiz parte da Agência F4, fotografei para a revista Isto É, entre outras publicações.
Passei oito anos fora do Brasil, quando colaborei de Nova York para Jornal do Brasil, Estado de São Paulo, O Globo, Manchete, Editora Abril, Folha de São Pauloe para a agência americana Picture Group.
Na volta em 1992 trabalhei mais intensamente para a Folha de São Paulo no Rio e já há muitos anos me dedico principalmente a fotografia de cena (still) de cinema.

2 comentários:

Madalena Barranco disse...

De fato, é uma foto histórica - expressões congeladas no tempo e seus sentimentos embutidos. Parabéns pela foto! Abraços.

Inacio disse...

Meu Brother e camarada, saber das suas qualidades todos sabemos e suas fotos sempre foram de contar uma parte da historia desse ingrato e poético mundo. Abracao
Inacio Teixeira